fbpx

Há quem não abra mão de ter uma casa impecável, com decoração clean, e tudo em seu devido lugar. Mas, o que vem ganhando cada vez mais espaço nas casas descoladas é uma decoração afetiva, que reflete a personalidade dos moradores e ajuda a contar suas histórias.

 

Foto: Lio Simas/ Minha Casa

Composição com recordações de viagens e memórias da família decora a parede acima do sofá na casa da blogueira Léia Cook, do Coisas da Leia.

Não são poucos os profissionais, como designers de interiores e arquitetos, que investem nesse tipo de décor respeitando a maneira de viver de cada um dos moradores do imóvel, mas ninguém melhor que você para dar a sua cara e imprimir o seu jeito na sua casa. Então, abra o baú de relíquias da família, recupere aqueles objetos antigos que estavam guardados em algum cantinho da memória e exponha sem medo.

 

Foto: Life By Lufe

 

Vale distribuir essas peças afetivas por todos os ambientes da casa: do quarto – para aqueles mais íntimos que talvez você queira ter por perto, mas sem mostrar para todo mundo – à cozinha. Criando cantinhos especiais para destacar os favoritos ou fazendo composições com outras peças em paredes, estantes, apoiadas em mesas e, por que não?!, até mesmo no chão.

Mas, que tipo de peças usar? Aí, é a sua memória afetiva que vai decidir. Móveis antigos, daqueles que estão na sua família há anos, merecem lugar de destaque, claro. Mas se as charmosas marquinhas do tempo já viraram estragos grandes demais, invista numa reforma, dê cores novas, e mantenha a peça – e toda a história familiar que ela carrega – em casa.

 

Foto: Isadora Fabian/Histórias de Casa

 

No caso de objetos, vale tudo. Pode ser a porcelana herdada da avó ou da mãe, o brinquedo favorito da infância (da sua ou do seu filho), o presente de um amigo querido, aqueles souvenires de viagem esquecidos em alguma caixa jogada num canto. Coleções também merecem ganhar espaço. Afinal, quem é colecionador sabe o valor de cada pequena pecinha guardada. E, claro, fotos. Mesmo sendo cada vez mais raro lembrar de imprimir os nossos retratos, eles guardam momentos marcantes que é sempre bom ter por perto. Então, faz um esforcinho, vai naquele álbum esquecido do Facebook, na galeria do celular, e manda ver. Com os porta-retratos certos, eles vão trazer alegria para você, sua casa e seus convidados.

 

Foto: Living Design

 

Foto: Dracena Home

 

Para uma decoração afetiva completa, é só chamar os amigos para um jantar ou open (new) house e esperar os elogios. Com a sua identidade estampada em cada canto, sua casa vai ganhar personalidade e se tornar uma extensão do que você é. O resultado é ter um refúgio aconchegante que vai receber de braços abertos, com carinho e com afeto, moradores e amigos.